Utilizar camadas

Membros da sua organizaçãoadicionam dados e publicam camadas no ArcGIS Online para que eles possam compartilhá-las.

Como e onde você utiliza uma camada depende do tipo de camada e do que você precisa fazer com ela. Os seguintes são exemplos:

Dica:

Para determinar se uma camada atende às suas necessidades, verifique as informações na página de item da camada. Detalhes como descrição, metadados e extensão da camada podem ajudá-lo a decidir se a camada é adequada. Para camadas de feição hospedadas, informações adicionais sobre os campos individuais na camada também estão disponíveis.

Utilizar camadas em mapas e cenas

Você cria um mapa ou uma cena adicionando camadas de dados a eles e configurando como as camadas se parecem e se comportam no mapa ou na cena. Você pode adicionar camadas que você publicou, camadas compartilhadas com você por outros e camadas de outros provedores—como ArcGIS Living Atlas of the World—em mapas e cenas. Você pode usar as opções na guia Visão Geral na página de item da camada para abri-la no Map Viewer, Map Viewer Classic, ou Scene Viewer ou você pode iniciar em um desses aplicativos e adicionar camadas lá. Consulte Iniciar a criação de mapas e Iniciar com cenas para visões gerais do processo de criação de mapas e cenas que você e outras pessoas podem utilizar para interagir com suas camadas.

Camadas de feição podem ser utilizadas em ferramentas de análise—no Map Viewer Classic e ArcGIS Pro—e aplicativos personalizados para responder perguntas espaciais, descobrir padrões e identificar tendências.

Utilizar camadas em aplicativos

Aplicativos são semelhantes a ferramentas nas quais muitos fornecem funcionalidade focada que permite a você interagir com as camadas no seu ArcGIS Online.

Você precisa escolher o aplicativo que atenda às necessidades dos usuários do aplicativo. Às vezes, você adicionará uma camada diretamente a um aplicativo, como ArcGIS Pro , para utilizar a camada como um mapa base, fornecer informações de referência em seu mapa, ou editar ou analisar feições. Em muitos outros casos, você criará e configurará um mapa ou cena contendo as camadas que as pessoas precisam e adicionará este mapa ou cena a um aplicativo que forneça uma funcionalidade específica. Você pode criar aplicativos para este propósito ou utilizar aplicativos prontos para uso como ArcGIS Dashboards ou ArcGIS GeoPlanner.

Editar feições e tabelas

Camadas de feições e tabelas que são configuradas para permitir edição podem ser adicionadas a um visualizador de mapa, onde você pode editar feições ou editar atributos em tabelas.

Essas camadas editáveis ​​podem ser editadas no ArcGIS Pro ou ArcMap. A feição e camadas da tabela editáveis também podem ser adicionadas aos mapas que você inclui subsequentemente nos aplicativos.

O proprietário da camada de feição ou um administrador também pode configurar mapas contendo camadas de feição editáveis para uso offline. As camadas de feição e os mapas devem estar habilitados para uso offline. Você poderá então carregar o mapa contendo as camadas editáveis-offline, habilitadas no ArcGIS Field Maps e coletar e editar dados enquanto estiver desconectado da Internet.

Exportar dados de camadas de feição hospedadas

Você pode exportar dados de uma camada de feição hospedada se uma das seguintes condições for verdadeira:

  • Você tem as feições.
  • Você é um administrador para sua organização do ArcGIS Online.
  • Você não é o proprietário da camada de feição hospedada ou o administrador, mas o proprietário ou administrador configurou a camada de feição hospedada para permitir aos outros exportar os dados.

    Esta configuração pode ser alterada na página do item na guia Configurações marcando a caixa Permitir aos outros exportar para diferentes formatos em Exportar Dados.

Quando você exporta a partir de uma camada de feição hospedada ou a partir da camada dentro de uma camada de feição hospedada, o ArcGIS Online cria um dos seguintes itens na pasta raiz do Meu Conteúdo:

  • Arquivos CSV—Quando você exporta de uma camada de ponto, os valores de latitude e longitude dos pontos são exportados para o arquivo .csv. Quando você exporta uma camada de linha ou polígono, somente os atributos não espaciais são exportados.
  • Arquivos da Microsoft Excel—Quando você exporta a partir de uma camada de ponto, os valores de latitude e longitude dos pontos são exportados para o arquivo Excel . Quando você exporta uma camada de linha ou polígono, somente os atributos não espaciais são exportados.
  • Shapefiles
  • Arquivos geodatabase
  • Arquivos GeoJSON
  • Coleções de feição
  • Arquivos KML
  • Arquivos da GeoPackage

Após o item ser criado, você poderá baixar o arquivo.

Se as camadas na camada de feição hospedada tiverem metadados, os metadados serão incluídos se você exportar para um shapefile ou arquivo geodatabase.

Quando você exporta de uma visualização da camada de feição hospedada, somente os dados incluídos na definição de visualização são incluídos no arquivo exportado.

Siga estas etapas para exportar dados de uma camada de feição hospedada ou visualização da camada de feição hospedada:

  1. Entre e abra a página do item das feições que deseja exportar.
    • Se você for o proprietário da camada de feição, clique em Conteúdo > Meu Conteúdo e clique no título do item. Para abrir detalhes do item para uma subcamada na camada de feição, vá até a seção Camadas da guia Visão Geral e clique no nome da subcamada.
    • Se você não for o proprietário da camada de feição, procure a camada e clique no nome da camada de feição na lista de resultados da pesquisa. Para abrir detalhes do item para uma subcamada na camada de feição, vá até a seção Camadas da guia Visão Geral e clique no nome da subcamada.
  2. Clique no botão Exportar Dados na guia Visão Geral e escolha o formato que você deseja exportar.

    Dica:

    Se a camada que você exportar tiver anexos e você deseja exportar os anexos, exporte para um arquivo geodatabase. Quando você exporta a camada para qualquer um dos outros formatos listados abaixo, os anexos não são incluídos.

    • Exportar para Shapefile—Cria um arquivo compactado (arquivo .zip) contendo um shapefile para cada camada e seus metadados associados (se presentes) que você exportar. Você pode baixar o arquivo e salvá-lo no seu computador.
    • Exportar para arquivo CSV—Cria um valor separado por vírgula quando você exporta de uma camada. Você pode abrir o arquivo ou salvá-lo no seu computador. Se você exportar todas as camadas para um arquivo .csv, uma coleção de CSV será criada, o qual é um arquivo .zip contendo um arquivo .csv por camada. Você pode baixar o arquivo .zip e salvá-lo no seu computador.
    • Exportar para KML—Cria um serviço de KML que você pode abrir no Map Viewer ou Map Viewer Classic. Quando você exportar todas as camadas para KML, uma coleção de KML é criada. Esta coleção é um arquivo .zip contendo um arquivo de KML por camada.
    • Exportar para Excel—Cria uma planilha do Microsoft Excel . Você pode abrir o arquivo ou salvá-lo no seu computador. Se você exportar todas as camadas para Excel, cada camada será uma folha separada na planilha.
    • Exportar para FGDB—Cria um arquivo .zip contendo um arquivo geodatabase. O arquivo geodatabase contém uma classe de feição e seus anexos e metadados associados (se presentes). Você pode baixar o arquivo .zip e salvá-lo no seu computador. Note que o arquivo .zip utiliza o nome que você especifica para o Título, mas o nome do geodatabase é gerado aleatoriamente e o nome da classe de feição é o mesmo que o nome da camada que você exportou.
    • Exportar para GeoJSON—Cria um arquivo GeoJSON contendo definições para todas as camadas que você exportar. Se você exportar de uma camada individual, apenas a definição dessa camada estará presente no arquivo GeoJSON. Você pode baixar o arquivo e salvá-lo no seu computador.
    • Exportar para Coleção de Feição—Cria um item de coleção de feição que você pode abrir no Map Viewer Classic.

      Escolha Generalizar feições para exibição da web para otimizar a camada para aplicativos da web. Você pode somente generalizar feições de camadas publicadas no sistema de coordenadas WGS 1984 Web Mercator (Esfera Auxiliar). Note que as coleções de feição exportadas que são generalizadas para exibição da web não funcionam em aplicativos de desktop e móveis.

      Alternativamente, escolha Manter feições originais caso seja necessário manter toda a precisão em seus dados ou se você pretende utilizar a coleção de feição em aplicativos de desktop ou móveis.

    • Exportar para GeoPackage—Cria um arquivo Open Geospatial Consortium (OGC) GeoPackage contendo uma tabela espacial para cada camada. Se você exportar a partir da camada de feição hospedada, o GeoPackage conterá uma tabela para cada camada na camada de feição hospedada. Se você exportar de uma camada individual, apenas uma tabela estará presente no GeoPackage. Você pode baixar o arquivo e salvá-lo no seu computador.

Dica:

Se você tiver privilégios para executar análise espacial, você também poderá exportar dados de uma camada de feição hospedada ou visualização de camada de feição hospedada que tenha a exportação habilitada, ou exportar dados de uma coleção de feição com a utilização da ferramenta Extrair Dados no Map Viewer Classic.

Exportar camadas de imagens para um pacote de mosaico

Você pode exportar sua camada de imagens de mosaico e imagens dinâmicas para um pacote de mosaico da página Item da camada. Nesta versão, você deve ser o proprietário da camada de imagens hospedada para exportar para um pacote de mosaico.

Anotação:

A exportação de uma camada de imagens hospedada para um pacote de mosaico usa créditos.

  1. Entre na organização.
  2. Abra a página do item da camada de imagens.
  3. Na guia Visão Geral, clique em Exportar Dados e escolha Exportar para Pacote de Mosaico.

    Um pop-up Exportar para Pacote de Mosaico aparece.

  4. Forneça os detalhes do item para o pacote de mosaico.
    1. Digite um título.
    2. Opcionalmente, digite os termos da tag separados por vírgulas.
    3. Clique em Categoria para exibir uma lista de categorias para especificar.
    4. Digite um resumo, se desejado.
    5. Especifique a pasta onde deseja armazenar o pacote de mosaico.

      O número de créditos estimado necessários para criar o pacote de mosaico é exibido. Se o número de créditos for inaceitável, clique em Cancelar.

    6. Clique em Exportar.

    O pacote de mosaico é criado.